10/11/2020

O mês nacional da ciência e tecnologia reacende em todos nós a chama da inovação

Saiba mais sobre as ações do Núcleo de Inovação do Hospital Baía Sul e entenda como a Ciência e a Tecnologia colaboram para os avanços na saúde.

Quando pensamos em inovação, geralmente nos vem à cabeça uma linha de produção robotizada numa indústria ou um novo material desenvolvido para um projeto aeroespacial, mas processos inovadores estão presentes nas mais diversas atividades humanas, em diversos níveis.

Inovar, no estrito sentido da palavra, possibilita uma criação, um novo pensamento com objetivo de desenvolver ou aprimorar um produto, ou equipamento, uma nova tecnologia, uma estrutura ou um novo método de modo a atender uma necessidade específica, corrigir problemas e/ou melhorar as soluções já existentes.

Assim, entendemos que a inovação não está limitada ao desenvolvimento de novas tecnologias: um puro e simples “novo olhar” sobre um determinado problema ou processo é suficiente para caracterizarmos uma ação inovadora.

Seja no agronegócio, no varejo, no setor de transportes ou mesmo na assistência à saúde, tecnologias e novos processos são constantemente introduzidos e aprimorados. Inovar, acima de tudo, é uma questão de sobrevivência para empresas e instituições.

Dadas as suas características, no setor de saúde, muitas são as oportunidades de inovação, sobretudo no ambiente hospitalar e de diagnóstico por imagem. As demandas por processos otimizados, de alta segurança e precisão, em associação com o uso de equipamentos modernos e sustentabilidade financeira constituem um ambiente bastante propício para a busca contínua de novas soluções.

Através do Instituto Baía Sul de Ensino e Pesquisa, desde 2019, o Hospital Baía Sul e a Clínica Imagem contam com um Núcleo de Inovação, que tem o intuito de catalisar as diversas oportunidades de atualização dos seus processos, ferramentas e equipamentos. Assim como fomentar a busca contínua de soluções para os desafios organizacionais em conjunto com as demais instituições e empresas do ecossistema de inovação em saúde, sejam ‘startups’ ou mesmo empresas mais maduras e consolidadas.

Como exemplo de algumas das soluções atualmente em desenvolvimento, estamos aprimorando os canais de comunicação interna com nossos pacientes, familiares, médicos e visitantes através da rede de ‘internet’ sem fio oferecido nas instalações do complexo médico. Outro caso é a criação de uma solução para o monitoramento remoto de equipamentos hospitalares através de sensores Bluetooth®, oportunizando a localização e a gestão em tempo real de itens importantes para a prestação do cuidado (como cadeiras de rodas e macas). A mesma tecnologia permite ainda avaliar fluxos de atendimento de pacientes, como, por exemplo, no Protocolo ao Paciente com AVC, trazendo mais agilidade e segurança a todo o processo. Noutro exemplo, em conjunto com os radiologistas da Clínica Imagem, nossa equipe está trabalhando em soluções para a otimização dos atendimentos, elaboração de laudos médicos e difusão facilitada da informação aos pacientes e seus médicos.

As oportunidades de inovação nos mais diversos setores do Hospital e da Clínica são inúmeros, atraindo o olhar contínuo do IEP Inovação na busca de novas soluções junto a parceiros internos e externos. Estamos sempre à disposição para a avaliação de ideias que nos permitam avançar com o desenvolvimento de tecnologias e processos em saúde que agreguem valor aos pacientes, ao Hospital, a Clínica, seus colaboradores e parceiros.

Diretor Técnico Dr. Rafael Vasconcellos (CRM 7156 RQE 3936)

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.