Dia Nacional da Prevenção de Acidentes do Trabalho: entenda a importância desse assunto

Acidente de trabalho é aquele que ocorre durante o serviço ou no trajeto entre a residência e o local de trabalho. Eles podem ser causados por fatores naturais ou por falta de medidas de proteção. Por isso, é fundamental o uso correto de equipamentos de segurança, a realização de exames médicos periódicos pelos colaboradores e a implantação e o cumprimento das normas de segurança do trabalho.   A data de hoje tem o objetivo de dar destaque à importância da segurança no ambiente de trabalho e do profissional responsável por conscientizar os trabalhadores e promover um ambiente seguro e práticas saudáveis nas instituições. Para entender um pouco mais sobre esse assunto, conversamos com o Rafael Nogueira Pacheco, Líder SESMT (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) do Hospital Baía Sul.   Qual a importância do profissional que fiscaliza e previne acidentes de trabalho?   Rafael - A importância do profissional de segurança do trabalho vai muito além de fiscalizar o cumprimento das normas. Eu acredito que esse profissional é a ponte entre a efetiva segurança e a efetiva saúde dos trabalhadores. Muitas vezes, infelizmente, o que os trabalhadores enxergam sobre a segurança no trabalho vem desse profissional, então o que fica marcado para eles é como esse profissional leva isso para os colaboradores. Por exemplo, se esse profissional é visto como alguém que está lá só para cobrar e fiscalizar e não para educar sobre saúde e segurança, isso acaba sendo incorporado pelos trabalhadores. Assim, eles acabam tendo uma perspectiva de reação, ou seja, eles apenas reagem a algo que é cobrado deles e a segurança não se torna algo natural, algo do dia a dia. Então, a função desse profissional é a de ser um multiplicador de saúde e segurança do trabalho, e não o responsável pela saúde e segurança do trabalho dentro da instituição. A importância dele está justamente ali, em ser um multiplicador e um facilitador que vai transformar ou fazer com que a saúde e a segurança no trabalho sejam algo natural para todos e não simplesmente algo reacionário e que é posto em prática somente quando há cobrança e fiscalização.   Como deve ser a prevenção dos acidentes de trabalho?   Rafael - Essa questão precisa ser entendida da seguinte forma: a prevenção dos acidentes de trabalho se dá com segurança, e a segurança só existe para garantir o bem maior do ser humano, que é a saúde. Assim, cada norma de segurança, cada fiscalização e tudo aquilo que é feito dentro de uma instituição para garantir a segurança dos trabalhadores no ambiente de trabalho, é para proteger a saúde deles. Segurança do trabalho e prevenção de acidentes, a gente faz mostrando que a saúde é o nosso bem maior, é aquilo que a gente tem de mais efetivo na vida. De acordo com a OMS, a saúde é um completo estado de bem-estar físico, mental e social, então, a partir do momento que eu passo isso para os trabalhadores e faço com que eles entendam que falar de prevenção de acidentes e de segurança do trabalho é falar de saúde, que é o nosso bem maior que eles têm, ele começam a entender essa questão de uma outra forma. É nesse momento que eles entendem que ninguém está lá para fiscalizar, para punir, mas que, de forma alguma, todas as regras ou qualquer fiscalização de segurança servem para prevenir acidentes e garantir a saúde, que é o bem maior de cada um. Eu acredito que, trazendo esse conceito para todas as instituições, conseguimos trabalhar a prevenção de acidentes em um nível satisfatório.

Você sabe o que é o Pronto Atendimento?

O Pronto Atendimento é a unidade de um hospital que atende pacientes com problemas de saúde agudos, ou seja, alterações e sintomas inesperados que precisam de uma intervenção imediata ou breve, chamados de urgência ou emergência. Os principais sintomas que motivam a procura pelo serviço de urgência e emergência no Pronto Atendimento 24h do Hospital Baía Sul são: pressão alta, dor intensa, diarreia, enxaqueca, cólica renal, desidratação, confusão mental e sinais de um possível AVC, como formigamento na face, na perna e no braço, especialmente em um lado do corpo. Além disso, também realizamos atendimentos referentes à ortopedia, em casos de fraturas e lesões, por exemplo.   Como é a estrutura do Pronto Atendimento 24h do Baía Sul?   O nosso Pronto Atendimento possui uma estrutura física ampla, com 4 consultórios médicos, 2 salas de triagem, salas de procedimento e leitos de observação. Além disso, nossa estrutura também conta com sala de reanimação para atendimentos críticos, eletrocardiograma, monitorização cardíaca, tomografia, ventilador pulmonar e desfibrilador.   Como é feita a triagem dos pacientes no Pronto Atendimento 24h do Baía Sul?   Como o Pronto Atendimento costuma receber muitas pessoas que buscam atendimento imediato ao mesmo tempo, é necessário organizar os pacientes de acordo com o nível de urgência e emergência de cada caso. Para isso, existe um fluxo de atendimento, no qual os pacientes passam por uma triagem e classificação de risco.    No Pronto Atendimento do Baía Sul, essa triagem é feita com base no Protocolo de Manchester, uma técnica simples e prática adotada internacionalmente. Nesse protocolo, os pacientes que chegam ao Pronto Atendimento são divididos em níveis de prioridade com cores diferentes, que vão desde o azul, para casos sem risco imediato de agravo à saúde, até o vermelho, para casos com risco imediato de perder a vida.   Como funciona o fluxo de atendimento para pacientes com sintomas respiratórios?   Desde o início da pandemia da Covid-19, adotamos um protocolo de segurança no nosso Pronto Atendimento para que todos os pacientes fossem atendidos com segurança e cuidado. Para isso, criamos um fluxo de atendimento separado para pacientes com sintomas respiratórios. Entenda as etapas desse fluxo.   - Chegada ao PA: o paciente acessa o Pronto Atendimento pelo térreo do Hospital Baía Sul, para a pré-triagem, realizada no Hall Central.   - Pré-triagem: caso sejam identificados sintomas respiratórios no paciente, ele é encaminhado para o fluxo separado.   - Consulta médica: é realizada em um ambiente específico para pacientes com sintomas respiratórios. Se for identificada a necessidade de internação, o paciente será conduzido ao andar isolado, somente para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19.   - Elevador: toda a movimentação desse paciente ocorre por um elevador específico, com acompanhamento da equipe assistencial e de higienização, garantindo toda a segurança.   - Exame de imagem: caso sejam necessários exames de imagem, eles são realizados em uma sala exclusiva e com restrição de circulação no andar.   - Internação: os pacientes internados, com caso suspeito ou confirmado de Covid-19, ficam em uma ala com acesso restrito e sem contato com outros pacientes.   Agora que você já sabe como funciona o Pronto Atendimento e quando ele deve ser procurado, preste atenção no seu corpo. Se algum imprevisto acontecer, nós cuidamos de você. Aproveite para conhecer toda a estrutura do Hospital Baía Sul aqui.

Julho Verde: Mês de Conscientização e Prevenção ao Câncer de Cabeça e Pescoço

O câncer de cabeça e pescoço são os tumores que acometem a região da boca, garganta, pregas vocais, tireoide e a pele da região da face e do pescoço. As lesões nessas áreas do corpo podem ser benignas ou malignas, sendo que as malignas são denominadas câncer de cabeça e pescoço.   No mês de conscientização e prevenção desse câncer, vamos entender como identificar, diagnosticar e prevenir essa doença.    Como é feito o diagnóstico do câncer de cabeça e pescoço?   O câncer de cabeça e pescoço pode ser diagnosticado de forma clínica. Normalmente, não são necessários exames complexos, além dos realizados pelo especialista, o Cirurgião de Cabeça e Pescoço. Em alguns casos, também podem ser realizados exames complementares, como a ultrassonografia e a tomografia, que confirmam ou não o câncer por meio de uma biópsia.    O Cirurgião de Cabeça e Pescoço do Hospital Baía Sul, Dr. Acklei Viana, tem 4 dicas importantes para uma pessoa identificar sintomas e saber quando é hora de procurar um especialista:   - ferida na boca ou garganta que não melhora em duas semanas; - alteração na voz que não melhora em duas semanas; - nódulo no pescoço que não desaparece em duas semanas; - dor ou dificuldade para engolir que não desaparece em duas semanas.   “Em todos esses casos, o paciente deve procurar uma avaliação médica”, lembra o Dr. Acklei.   Existe alguma maneira de prevenir o câncer de cabeça e pescoço?   De acordo com o Dr. Acklei Viana, “os principais fatores de risco para o surgimento do câncer de cabeça e pescoço são o cigarro (o grande vilão), o álcool (muito pior se estiver associado ao cigarro, aumentando em mais de 20 vezes a chance de desenvolver o câncer) e o HPV. Por isso, a maneira mais fácil de prevenir essa doença é: não fumar, ingerir bebida alcóolica com moderação e praticar sexo seguro (com camisinha)”.   Como você viu, manter hábitos saudáveis no seu dia a dia é a melhor maneira de prevenir esse câncer. Além disso, é fundamental realizar seus exames de rotina e consultar um médico periodicamente, principalmente se notar alguma alteração na sua saúde.   Para saber mais sobre essa doença e sobre a campanha Julho Verde, acesse https://acbgbrasil.org/.   Sempre que precisar, conte com o nosso cuidado.

1 2 3 6
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.